quarta-feira, 30 de julho de 2014

Só pode!

Lá em casa, apesar de sermos todos filhos do Inverno, o mês de Julho é o mês dos acontecimentos. Casámos a 7, baptizámos os nossos filhos a 7 e a 10, e hoje fazemos 17 anos de namoro. É muita coincidência de números, que só pode ser sinal de muita sorte. Só pode!
Faz hoje 17 anos que tiramos esta fotografia, no primeiro dia das nossas vidas em conjunto. É certo que com 15 anos não pensamos em casamento, mas a verdade é que aqui chegamos, com garra e paixão, e hoje estamos mais felizes do que nunca por tudo aquilo que conseguimos conquistar a dois. Se tenho 32 anos, significa que já passei mais tempo da minha vida com do que sem Sebastião. É raro, muito raro, bem sei. É cedência, é compreensão, é amor, é perdão. É uma vida inteira de coração.
 
 
17 anos depois, um casamento de 7, um filho de 4, outro de 2. Muitas viagens a 2, e depois a 4, muitas noitadas, e depois muitas noites mal dormidas, muitos passeios sem pensar, e depois outros tantos que é preciso programar. Mas a 2, a 3 ou a 4, ficam sempre gravadas as boas recordações, cravadas na pele como uma tatuagem. E espero que possamos continuar a guardar no nosso baú todos estes bocadinhos felizes, também com os nossos filhos, netos e, quiçá, bisnetos. Pelo menos é assim que eu gosto de pensar. Porque o que nos vale nesta vida, é acreditar. Acreditar nos contos de fadas e nos mares de rosas, ainda que pelo meio possa haver trovoada, tempestades, velas partidas, âncoras perdidas...mas desde que acreditemos que o barco irá chegar a bom porto, está tudo bem. Só pode!
 

4 comentários:

  1. Já acompanho o seu blogue há algum tempo mas depois do texto de hoje não podia deixar de a felicitar. Parabéns pela sua família e pela capacidade de escrita

    ResponderEliminar
  2. Parabéns! Que venham mais dezassete ;)

    ResponderEliminar
  3. Parabéns!! 17 anos é muito! :) vou a caminho do 11 e já acho uma vida!!
    beijinhos!!

    ResponderEliminar
  4. Parabéns!! Que história maravilhosa!

    ResponderEliminar